Sua Navegação Segura!

12 Dicas para melhorar a sua vida financeira e sair da crise

| 0 comentários

Na economia instável de hoje, o planejamento financeiro tornou-se cada vez mais necessário. A alta do dólar, por exemplo, fez com que tudo ficasse mais caro e pegou muita gente com os bolsos desprevenidos.

Hoje o empreendedor, bem como o cliente estão passando por um momento de muitas incertezas, e baixa valorização da mão de obra. E nos tempos atuais, nada mais justo que firmar em endereço na internet.

Bem para firmar este endereço, é necessário que haja um CEP e um TERRENO, como na vida real. Bem, considere o CEP como o endereço ou domínio, denominado como por exemplo www.nomedaempresa.com.br, que exige uma taxa anual. e considere o TERRENO, como a hospedagem que pode ser adquirida por meio de aluguel via pagamento mensal ou anual.

Feito estas etapas, você já possuíra um local na internet para os novos clientes te encontrar e para os antigos te conhecerem ainda mais. Afinal ao ir nas LISTAS AMARELAS para consultar o comércio será fácil criar estreitar esta relação, pois bem, no google ou qualquer outro buscador será possível te encontrar e assim todo seu negócio será de conhecimento público.

Pesquisando na internet foram identificados que dentre algumas pequenas atitudes – que até parecem óbvias, mas que quase ninguém coloca em prática – podem fazer grandes diferenças na sua vida financeira e te ajudarão a definir objetivos de vida de longo e curto prazo.

1 - Tenha um site que cabe do seu bolso

Mesmo parecendo ir contra ao mercado, ter um site sempre foi caro, porém com uma boa procura é possível encontrar desenvolvedores que prestam serviços com preços agregados aos serviços e complexidades.

Hoje a média de um site é de R$4000,00 considerando banco de dados, área administrativas, banner e etc. Porém a Montsite oferece os recursos mais interessantes com pacotes que variam de R$600,00 a R$1600,00.

A liberdade para o pagamento é bem clara, pois é possível efetuar o pagamento via boleto e/ou dividido no cartão de crédito e para todo bom comprador há um bom vendedor. Sempre há conversa agregada aos recursos.

Lembre-se:

  • Tenha em suas mãos o terreno e o cep e não fique preso a empresas de desenvolvimento de sites com aluguéis mensais, pois o seu custo com o terreno e cep já bastam.
  • Seja capaz de colocar o conteúdo que desejar sem custos adicionais por imagens ou textos.
  • Privacidade. Com as redes sociais os negócios estão ficando atrelados aos donos e você não precisa adicionar como “amigo” quem somente é seu cliente, afinal, amizade, amizade, negócios fora a parte. 😉
  • Tenha sua rede social unida ao seu site, e tudo que acontece no site é replicado para as redes sociais, ou seja, mais economiza para vc!

2 - Venda as coisas que você não usa mais

Parece óbvio, mas pouca gente se desapega das coisas que não usa mais na hora do aperto. E se você parar para pensar, vai perceber que há muitas coisas na sua casa ou guarda-roupa que não são mais usados. No fim das contas, você pode fazer um bom dinheiro com as coisas que estão ocupando espaço na sua casa, e pode vendê-las online, de várias maneiras.

3 - Cancele os serviços desnecessários

Sabe aquele pacote caro da academia, que te dá vários benefícios, mas você não usa nenhum deles? E aquele seu pacote de telefone ou celular, que você contratou há anos atrás mas agora nem usa mais? Faça uma lista dos seus débitos e você provavelmente descobrirá alguma coisa que está sendo paga sem necessidade. Até os serviços oferecidos pelo seu banco podem estar nessa lista.

4 - Faça seu lanche e leve-o para o trabalho, ao invés de comprá-lo

Sim, você não gasta muito por dia comprando um sanduíche e um copo de café no local mais próximo do seu local de trabalho. Mas, você já parou para pensar no gasto total desses lanches no fim do mês? Muito disso pode ser evitado se você preparar seu lanche em casa. Além do mais, você pode cuidar melhor de sua alimentação assim.

5 - Vá para o trabalho ou outros lugares andando

Se você trabalha perto de sua casa, experimente ir andando em alguns dias do mês. Ou experimente deixar o carro na garagem quando precisar ir a um lugar mais próximo. No fim do mês, você certamente perceberá a diferença no seu bolso e também na sua saúde, já que praticar exercícios físicos não faz mal para ninguém. Ganho em dobro!

6 - Faça você mesmo

Sim, você vê várias coisas na internet sobre como decorar sua casa, como decorar as paredes, mas no final você sempre acaba chamando alguém que possa fazer o serviço para você. Ou vê várias dicas de como reaproveitar roupas, mas acaba sempre optando por comprar na loja. Agora, imagine o quanto você poderia economizar se fizesse por conta própria! Além disso, pode ser uma atividade desestressante.

6 - Faça você mesmo

Sim, você vê várias coisas na internet sobre como decorar sua casa, como decorar as paredes, mas no final você sempre acaba chamando alguém que possa fazer o serviço para você. Ou vê várias dicas de como reaproveitar roupas, mas acaba sempre optando por comprar na loja. Agora, imagine o quanto você poderia economizar se fizesse por conta própria! Além disso, pode ser uma atividade desestressante.

7 - Planeje suas compras no mercado e suas refeições

Você vai no mercado, compra várias besteiras e quando chega em casa, viu que esqueceu de comprar o que você realmente precisava. Daí você volta novamente ao mercado, e claro, com mais coisas desnecessárias e que talvez você nem vá consumir. Fazer uma lista das coisas que precisa ser comprado antes de ir ao mercado pode te ajudar a reduzir os gastos e o desperdício de comida.

8 - Plante algumas coisas em casa

Algumas ervas, frutas e até mesmo verduras são fáceis de cultivar e plantá-las pode te ajudar a economizar no supermercado.

9 - Ganhar dinheiro extra? Venda seus serviços!

Todo mundo tem talento para alguma coisa e você pode ganhar um dinheiro extra com isso. Se você gosta de consertar coisas, gosta de tocar instrumentos, cozinhar ou tem talento para ensinar alguém, por que não usar isso ao seu favor?

10 - Esteja sempre ciente do que acontece na sua fatura do cartão de crédito e conta bancária

Muita gente utiliza o cartão de crédito sem saber direito o quanto as dívidas estão acumulando e a surpresa sempre chega junto com a fatura. Tente equilibrar os gastos com o que você ganha, controle tudo com planilhas e até mesmo com aplicativos que te ajudam nisso.

11 - Tenha um cofrinho

Achou engraçado, não é? Mas você não precisa ser criança para ter um! Uma moedinha no bolso da calça, outra na bolsa, o troco do pão em algum lugar por aí, e tudo isso poderia estar em um cofrinho. No fim do mês, você vai se surpreender com o dinheiro que você conseguiu juntar ali.

12 - Comece agora

Não pense que poupar dinheiro é uma tarefa que pode ser adiada para amanhã. A economia é algo instável e criar hábitos financeiros saudáveis pode evitar alguns problemas no fim do mês.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Clique e tire sua dúvida!